A saga do carro novo

Desde que casamos eu e o Pedro temos falado em trocar de carro, já fomos em umas 10 concessionárias, no feirão VW (que se revelou pouco interessante), já quisemos o Fit[bb], o Gol, o Picanto, o C3

No fundo (e eu já disse isso pra ele) não queria trocar de carro. Meu fiesta é o MEU primeiro carro, o primeiro que comprei com meu dinheiro e tenho um carinho enorme por ele, por isso estou meio relutante em trocar de carro. Mas acho que está na hora de comprar o carro da nossa familia (eu e Pedro), um que agrade a nós dois e com o qual ficaremos algum tempo.

Aprendi muito com as pesquisas que fizemos, hoje em dia os carros vem praticamente só a carroceria com direção, porque todo o restante é opicional. Isso é uma grande sacanagem, porque quando fazem anúncio do carro colocam o preço dele pelado e qualquer coisa (mesmo que seja desembaçador traseiro) tem custo maior. É muito importante saber quanto você quer gastar (até quanto vc vai) e em que tipo de carro, porque vendedor empurra mesmo, chega até a ficar chato.

Continuamos pesquisando, tenho certeza que vamos achar o carro que nos agrada e que cabe no nosso bolso e quando isso acontecer faço novo post aqui.

Sobre a gestão de projetos

Trabalho com gestão de projetos há alguns anos. Já fiz cursos rápidos, cursos longos, MBA e trabalhei em muitos proejtos para a internet.

Uma das coisas que aprendi é que o projeto é baseado em 3 pilares: Escopo, Prazo e Preço, sempre presando pela qualidade (a imagem abaixo demonstra muito bem isso).

Muito me espanta, incomoda, revolta quando ouço as pessoas dizendo que não podemos mudar/negociar os prazos do cronograma, mesmo quando os responsáveis pelo atraso sejam os clientes, seja a falta de um documento, a inclusão de um escopo ou qualquer outra alteração que tenha impacto no cronograma.

Este post começou por uma situação real que vivi, mas ele se aplica a muitas situações e projetos que fiz e farei. Sempre que precisar me lembrar que é sempre igual volto a este post.

Fora de ritmo

Voltar de férias não é fácil, muita coisa acontece enquanto você está fora e quando você volta tem que se interar de tudo que rolou.

Mas além disso, estou em outro fuso horário, por assim dizer. Estou sentido que estou devagar, rendendo pouco, com muito sono, pouca fome, isso não é meu normal, sei que vou voltar ao “normal”, só não sei quando.

Rotina

Voltei ao trabalho, ainda estou devagar, mas acho que não dura até quarta.

Estou me interando dos projetos, dos orçamentos, dos assuntos que rolaram e continuam rolando e terei que dar atenção novamente.

Hoje vem o instalador da máquina de lavar, pensei que fosse ver a maquina instalada antes de sair de casa, mas não vai rolar, vou ver só a noite.

Fim de férias

Hoje terminam minhas férias, foram ótimas, durante as férias eu me mudei, me casei, fui pra Lua de Mel, arrumei minha casa, descansei, fiquei com meu marido, ou seja só coisas boas.

Amanhã volto a trabalhar, mas nem tudo volta a ser como antes, tenho que me lembrar de vir para a minha casa e não para a casa da minha mãe.

Fotos do casamento e da lua de mel disponíveis no Flickr: http://www.flickr.com/photos/carolepedro